STEAM: uma abordagem importante na quarentena – Sphere | International School

STEAM: uma abordagem importante na quarentena

A relação escola-família nunca esteve tão próxima. Além da formação cultural, que naturalmente ocorre no ambiente familiar, em tempos de ensino remoto, o papel dos pais no processo de aprendizagem dos filhos se tornou ainda mais especial. 

Neste período, em que os espaços do trabalho e da escola se fundem em um mesmo ambiente, as famílias se esforçam para apoiarem os filhos na realização das propostas escolares, de modo que a aprendizagem não seja interrompida até a volta às aulas presenciais.

Não se sabe com certeza quando ou como essa volta ocorrerá, mas é necessário ressaltar que, dentro de casa, as crianças têm a oportunidade de desenvolver o raciocínio lógico e habilidades tão importantes para seu desenvolvimento. 

As atividades simples e do cotidiano também constroem vivências e saberes que serão levados para a vida. As atividades cotidianas, de acordar e ir para a escola ou para o trabalho mudaram. Agora o dia-a-dia inclui dividir as tarefas da casa tais como cozinhar, cuidar de um animal de estimação, fazer as lições de casa etc. Enfim, agora é preciso se reinventar no trabalho, nos estudos e em família. 

Como funciona a tecnologia educacional na prática

O raciocínio lógico se desenvolve na interação com o ambiente e com o outro,  desde o nascimento, a partir da curiosidade natural da criança, de conhecer todos e tudo ao seu redor. Quando bebê, a maneira de demonstrar a curiosidade é tocando, cheirando colocando na boca, construindo uma interação primeira com as pessoas mais próximas e depois com o ambiente que o cerca. A curiosidade e a exploração ficam mais evidentes quando a criança começa a se expressar oralmente, por volta dos 2 anos de idade. 

Pautada na curiosidade e na criatividade, a abordagem STEAM, representada pelas iniciais em inglês das áreas de ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática,  surgiu para estimular e criar um ambiente de exploração e desenvolvimento do raciocínio lógico nessas áreas de conteúdo. O STEAM, aplicado desde a educação infantil, possibilita o desenvolvimento de habilidades essenciais para o século XXI, tais como:

Criatividade | Imaginação | Inovação | Pensamento crítico | Resolução de problemas | Comunicação | Colaboração | Flexibilidade | Adaptabilidade | Habilidades culturais e sociais | Capacidade de lidar com diferentes situações

Essas novas formas de pensar e interagir com o novo fazem com que a criança esteja preparada para desafios futuros, de maneira colaborativa, empática, responsável, humana e criativa. Além disso, permite o desenvolvimento de  conhecimentos como pensamento computacional e a cultura maker

Da mesma maneira que uma criança é sempre curiosa e tem muitas perguntas sobre as coisas ao redor, o STEAM também começa com um questionamento que leva ao levantamento de hipóteses e experimentação. A criança nunca para de desenvolver o raciocínio lógico, que começa quando nasce e continua na vida adulta, a mudança ocorre nos desafios que vão ficando mais complexos. 

Science STEAM

A área de Ciências está presente nas atividades sensoriais, que envolvem o paladar, a audição, o olfato, a visão e o tato, como recursos de exploração. 

Tech

A Tecnologia pode ser notada nas ferramentas utilizadas, tais como: conta gotas, rampas, canetas hidrográficas, giz de cera e pincéis. 

Eng

Já a Engenharia está presente na criação da construção com blocos, na resolução de problemas e na criatividade de achar várias soluções. 

Arts

A Arte pode ser notada com o uso de diferentes materiais para solucionar perguntas ou com o uso de materiais cotidianos, de formas inusitadas. 

Math

A Matemática na primeira infância se desenvolve a partir do reconhecimento de padrões e a classificação de objetos por tamanho, cores ou semelhanças e diferenças.   

Apesar de demonstrar essas disciplinas separadamente, é de suma importância que o STEAM seja trabalhado de modo integrado e que não seja trabalhado de forma compartimentalizada, até porque para realizar ações inovadoras e de resolução de problemas são utilizadas diversas áreas do conhecimento para se obter o resultado desejado.

Nessa abordagem inovadora, faz-se necessário que o ambiente permita a autonomia da criança, para que tenha a sensação de pertencimento e autoria das ações.

A escola, durante o ensino remoto, pode também propor atividades para a criança e a família desenvolverem as atividades STEAM, tais como cantar e criar novas canções, analisar o crescimento de uma planta, usar materiais de diferentes texturas, cores, tamanhos e pesos, usar métodos de investigação para saber como as coisas funcionam, entre várias outras oportunidades de investigar, descobrir, conectar, criar e refletir.

A seguir, algumas atividades realizadas pelos alunos da Educação Infantil da Rede Sphere que, instigados por seus professores, criaram divertidas soluções para diferentes problemas:

O aluno fez uma pintura assoprando o ar pelo canudo e espalhando tinta para fazer o cabelo. São conceitos trabalhados em nossa Unit How the World Works sobre força e movimento, nesse caso o "push" já que a força do ar está empurrado e espalhando a tinta.

Resultado

Atividade para contar, separar e classificar objetos

Resultado

A aluna procurou maneiras diferentes para inovar e recriar as músicas de rotina. Cantou e confeccionou um móbile com os desenhos dos animais da música Bye Bye.

Mãos à obra para enfrentar essa pandemia e ao mesmo tempo desenvolver habilidades e raciocínio dentro de casa com atividades divertidas e simples. 

Betina Serson

Mestre em Early Childhood Education pela Florida Atlantic University e pós graduada em Psicopedagogia pela PUC SP

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *